DIARIO ONLINE Região Sul – Centro de Apoio à Criança de Quarteira quer crescer

Centro de Apoio à Criança de Quarteira quer crescer

Centro de Apoio à Criança de Quarteira – Arraial de Verão

A vontade dos pais, familiares e técnicos, transformou o Centro de Apoio à Criança de Quarteira em Instituição Particular de Solidariedade Social (IPSS), em 1986.

Passaram mais de 30 anos desde a sua criação e o Centro de Apoio à Criança presta um trabalho essencial à cidade. A instituição localizada no bairro da CHECUL funciona como pré-escolar, ATL e creche.

Como forma de conseguir algum apoio financeiro e envolver as famílias, surgiu a ideia dos “Arraias de verão”. O primeiro, há 4 anos, foi uma surpresa.

As instalações estavam a ficar “velinhas”, a precisar de obras e substituição de materiais. O primeiro “Arraial de Verão” foi uma surpresa e uma boa ajuda. Juntámos 4 mil euros e com a ajuda da autarquia conseguirmos construir o parque infantil.

Ana Luísa Romão, educadora, dirige a instituição com Estela Marreiros.

O primeiro arraial motivou a equipa e os familiares. Na 4ª edição, a festa popular enche o espaço do Centro de Apoio à Criança de Quarteira. Música, comida, bebida e rifas, quase tudo oferecido pela comunidade e entidades locais.

Centro de Apoio à Criança de Quarteira – Estela Marreiros e Ana Luísa Romão

Telmo Pinto, presidente da Junta de Freguesia de Quarteira lembra que as instituições não se fazem por si só.

As instituições (IPSS) são importantes pelo trabalho que prestam à comunidade mas acima de tudo pela energia que transmitem. Não basta existirem instituições. É preciso pessoas que as dinamizem e transmitam energia, como é o caso.

Este tipo de eventos une muito as pessoas. Vemos muitos pais a colaborarem nesta festa o que é muito importante.

Ampliar o apoio a crianças dos zero aos 3 anos

O Centro de Apoio à Criança de Quarteira venceu o primeiro orçamento participativo, o que permitiu efetuar obras de remodelação, como substituir as janelas do edifício e o pavimento do polivalente.

A aposta imediata passa por ampliar o apoio dado aos bebés.

Ana Luísa Romão destaca o número de famílias que em Quarteira procuram um local para os filhos, enquanto trabalham.

Precisamos de dar uma resposta melhor. Estamos a fazer um levantamento para alargar o apoio a crianças dos zero aos 3 anos. Estamos com uma resposta de apenas 20 crianças neste escalão etário, o que não é nada.

Quarteira tem cerca de 1000 crianças do zero aos 3 anos e a resposta não chega às 100. Precisamos de avançar com a creche. Os pais chegam aqui desesperados por não terem onde deixar os bebés.

Centro de Apoio à Criança de Quarteira – Arraial de Verão

A prioridade vai para as famílias mais carenciadas, com uma mensalidade calculada de acordo com os rendimentos, a começar nos 15 eruros (com tudo incluído).

O Centro de Apoio à Criança de Quarteira dá prioridade a crianças com necessidades educativas especiais e crianças em risco.

A freguesia tem necessidades em algumas classes etárias. O Centro de Apoio à Criança colmata parte dessa necessidade e facilita a vida aos pais.

É uma das referências na cidade de Quarteira.

Remata Telmo Pinto, presidente da Junta de Freguesia de Quarteira, deixando no ar a ideia de um projeto que permita a IPSS crescer e apoiar mais famílias.

Deixar uma resposta